Personalidades que, como Sergio Guizé, comemoraram transplante capilar

  • 10/05/2023 19:09
  • Notícias

Personalidades que, como Sergio Guizé, comemoraram transplante capilar

Ao citar o caso do ator, o médico Carlos Filho, responsável pelo novo visual do lutador Bruno Blindado, ajudou a desvendar algumas dúvidas em torno da técnica

Personalidades que, como Sergio Guizé, comemoraram transplante capilar

Protagonista de "Mar do Sertão" e um dos destaques de "Verdades Secretas 2", Sergio Guizé faz parte dos artistas que se submeteram ao transplante capilar e compartilharam a experiência com fãs e seguidores. 

Em recente participação em uma live, o marido de Bianca Bin declarou que dar fim às entradas proeminentes foi a melhor coisa que fez nesses seus 40 anos de vida: "O cabelo ficou supernatural e mais luminoso. Estou muito feliz com o resultado". 

Sergio GuizéReprodução/Instagram

Sergio Guizé

Quem também compartilhou da mesma sensação que Guizé foi o modelo, ator e influenciador Lucas Malvacini, lembrado até hoje por personagens como o Anjinho, da novela "Amor à Vida", da Globo, e o bombeiro Rômulo, do humorístico "Vai Que Cola", do Multishow. Durante o bate-papo com o iG Gente, o artista mineiro falou que o procedimento foi "responsável por transformar minha autoestima e confiança".

Antes disso, porém, Malvacini revelou que, dos dezenove aos vinte e dois anos, recorreu aos hormônios para ter um corpo sarado e que "a busca incessante pela forma física jamais deve se sobrepor à nossa saúde". Inclusive, afirmou que a mudança no "meu estilo de vida me ajudou a perceber novas possibilidades e outro tipo de relação comigo. Hoje compreendo que atalhos podem ser bem perigosos, mesmo sendo tentadores".

Lucas Malvacini

Reprodução/Instagram

Lucas Malvacini

Ao longo dessa interação, também listou alguns cuidados com o pós-operatório do método Follicular Unit Extraction (FUE), como a ingestão de líquido e a alimentação balanceada. As respostas dele, aliás, foram ao encontro de um tema que tanto os dermatologistas quanto os cirurgiões plásticos batem na tecla: "a má ingestão de alimentos pode gerar queda de cabelo e o aceleramento da calvície".

"Primeiro, é bom abordar que a comida em si não estimula o crescimento capilar, mas torna a estrutura corporal forte o suficiente para não precisar absorver nutrientes do cabelo e das unhas. Ademais, pessoas com alopecia androgenética têm uma predisposição genética para fios mais fracos. Por isso, você tem que lembrar que cabelo e unhas são basicamente proteínas mortas. Portanto, quando a dieta não está equilibrada, ela utiliza as substâncias que entram nessas áreas para outras funções vitais", explicou o doutor Carlos Filho.

Lucas MalvaciniReprodução/Instagram

Lucas Malvacini

Em seguida, o profissional revelou que "o cabelo que causa a calvície não costuma cair no banho" e apontou que "usar chapéu, boné ou gorro geralmente não provoca ou acelera esse processo", reforçando que é uma lenda urbana que deve ser desvendada. Para ele, o "maior fator na calvície é sempre a genética", e a dica é ficar atento a esses sinais.

Também frisou que "não existe uma idade ideal para buscar tratamento", lembrando que muitos jovens que começam a demonstrar algum grau do problema desde cedo já podem procurar ajuda. Por fim, mencionou que "a área doadora é limitada", ou seja, os novos pêlos não crescem onde foram removidos.

Médico Carlos Filho, referência em transplante capilar

Divulgação

Médico Carlos Filho, referência em transplante capilar

Outras Publicações